Relacionamento na equipe: como começar?

Tomada de decisão: uma palavra e tudo pode mudar!
25 de outubro de 2018
Leader Coach: qualidade da sua equipe ao seu alcance
27 de outubro de 2018
Exibir tudo

Relacionamento na equipe: como começar?

Nesta sexta-feira, 26, entramos no terceiro dia do Curso de Liderança, totalmente focado em autoconhecimento e perfil comportamental, usando a metodologia DiSC. Isso nos ajuda a entender melhor como e porque somos como somos e a fortalecer o nosso empoderamento pessoal e profissional. Assim, Danilo Sousa, Master Trainer, perguntou; “você já parou para analisar qual é o seu padrão comportamental e como o seu jeito de pensar e agir afeta os seus resultados, relacionamentos e emoções? Sabendo disso, que tipo de líder você quer ser lembrado?”

O que os líderes ainda não sabiam é que por não conhecerem bem sua verdadeira essência nem todas as pessoas conseguem acessar o seu potencial infinito e usar suas características, diferenciais e qualidades a favor do seu crescimento e desenvolvimento na profissão ou em âmbito pessoal. Com isso, acabam ficando limitadas e não conseguindo atingir um alto desempenho. O objetivo central de se emponderar é decifrar seu modelo mental, ou seja, ajudar a entender como você pensa e age, a fortalecer sua autoestima, potencializar suas habilidades e diferenciais, destacar suas competências de liderança e orientar seu potencial para melhores resultados.

Assim, qual é seu plano de ação?

Um dos objetivos de todo gestor é trabalhar a atração e a retenção de talentos para ter em sua equipe somente profissionais de sucesso. Esse processo tem início ainda no recrutamento e seleção, e passa por diferentes estratégias que visam a manutenção do bom colaborador. Para uma empresa, o ideal é equilibrar os diferentes tipos de perfis para aumentar a produtividade da equipe e assegurar o alcance de bons resultados.

Por exemplo: há quem trabalhe melhor e seja mais produtivo sob pressão, enquanto outros preferem fazer tudo antecipadamente e com calma. Ao mesmo tempo, existem pessoas que reagem muito mal a feedbacks ou têm pouca inteligência emocional para lidar com críticas. Para cada perfil encontrado, é preciso saber trabalhar para extrair seu potencial máximo. De qualquer maneira, é importante que mais de um método seja aplicado.

Amanhã, sábado, teremos ainda a complementação do aprendizado com Feedback, Devolutiva de Desempenho e todas as técnicas de coach aplicadas a liderança. Acompanhe por aqui e pelas nossas redes sociais!